Ínicio / Cidade / Procuradoria entra com ação para regularizar transporte ferroviário Em Magé

Procuradoria entra com ação para regularizar transporte ferroviário Em Magé

Prefeito e autoridades municipais lutam contra abandono do transporte na na cidade.

Abandono, desrespeito e muita promessa na regularização do ramal Saracuruna-Guapimirim. Esgotada toda a capacidade de negociação do Poder Público Municipal de Magé em busca de uma solução viável para regularização do transporte ferroviário junto a Supervia-RJ.

PUBLICIDADE

 

Zé Augusto Nalin e o  vereador Igor Fabiano a direita, em reunião com representantes da Supervia.

Zé Augusto Nalin e o  vereador Igor Fabiano vem cobrando providências na manutenção do Ramal e através de inúmeras tentativas de chegada a um consenso com a empresa concessionária, contando com o apoio do prefeito Rafael Tubarão, convocou a procuradoria do município para ingressar com uma ação judicial de obrigação de fazer com pedido de tutela antecipada, na tentativa de restabelecer o funcionamento da linha e manutenção das estações.

Em contato com representantes da prefeitura, o Magé/Online.com, obteve a seguinte nota:

— Após muitas reuniões e conversas sem solução , o município de Magé, seguindo orientação do Prefeito em benefício do povo, através de sua procuradoria ingressou com medida judicial visando o restabelecimento do transporte por trens com pedido de adequação e conservação das estações em nosso município.

Segue número do processo

O constante desrespeito ao município de Magé, proporcionado por empresas concessionárias de servições públicos, seja do Estado, União ou privado, fere as regras estabelecidas e asseguradas aos munícipes, que no final do processo, é sempre o sacrificado pelos descasos das empresas, agravando o sofrimento da população.


Antonio Alexandre, Magé/Online.com 

 

Além disso, verifique

Estudo Aponta: Magé fica fora das metas de redução de crimes no Rio

Só cinco dos 39 batalhões da PM  alcançaram metas. A intervenção federal na Segurança do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *