Ínicio / Cidade / Prefeito de Magé Rafael Tubarão é vítima de Fake News nas redes sociais

Prefeito de Magé Rafael Tubarão é vítima de Fake News nas redes sociais

Bombardeios de notícias caluniosas, vídeos e postagem, agridem administração na tentativa clara de desestabilização do governo municipal.

 
O comportamento de militantes políticos na cidade de Magé, continua acirrado nas redes sociais e nas ruas da cidade. Esta semana foi agitada nos bastidores da política mageense por conta de uma audiência no fórum local envolvendo o prefeito Rafael Tubarão em uma ação promovida por seus opositores no TRE

A ação que busca esclarecer fatos relacionados a última eleição quando o atual prefeito superou seus adversários nas urnas. A ação promovida por oponentes que comandaram o município durante décadas, Rafael compareceu a audiência em atendimento a solicitação do judiciário, que investiga quaisquer irregularidades no pleito, e se defende de forma clara e transparente.

Em contato com representantes jurídicos e representantes do prefeito, o Magé/Online apurou se tratar de mero denuncismo e não ter quaisquer fundamento nas alegações assentadas no processo. Segundo advogados, logo após a audiência, boatos transitaram nas redes sociais, em caráter Fake News, anunciavam o afastamento do prefeito:

” Não existe nenhum afastamento do prefeito Rafael Tubarão. O que houve foi uma audiência decorrente de mais um dos muitos absurdos tentados pela família Cozzolino que não aceita o resultado das urnas.  Nessa audiência foram ouvidas testemunhas da acusação e defesa , restando cristalina a lisura do governo Rafael Tubarão, que saiu da audiência com muita tranquilidade.
Ressaltando que se trata de mais uma tentativa de golpe como inúmeras outras tentadas pelo clã da família em tela, nesse caso encabeçada pelo atual deputado que representa o município na Câmara estadual.” Declarou seus advogados.

Prefeito vai as redes desmentir comentários e comunica providências contra Fake News. 

Gostaria de informar a todos os nossos seguidores e as pessoas que acreditam no nosso trabalho que sabemos que esses ataques não vão parar. Há alguns vídeos produzidos um no blog da ex-prefeita de Magé onde houve mais ataques. Ela está usando pessoas sem informação ou menos favorecidas para atacar, difamar, caluniar o governo e o meu trabalho. Não vamos deixar que isso continue! Todas as ações, vídeos e pessoas que caluniarem ou que fizerem qualquer tipo de afirmativa errônea serão acionadas judicialmente e tomaremos as devidas providências.” Declarou o prefeito.

Com ataques coordenados ao longo do mantado da atual gestão municipal, o principal prejudicado é o município. O que se esperava é que as lideranças unidas olhassem pelos problemas que atingem a cidade. O partidarismo, as divergências, cabem no processo democrático, críticas são sadias ao processo de acompanhamento das gestões, todavia resguardados o respeito, os princípios constitucionais e a consciência da responsabilidade de elevar o município por caminhos desenvolvimentista e satisfação plena da população.

Diante a pouco meses de um pleito, a perspectiva de agravamento das disputas local é iminente, levando a descaminhos da organização, construção e provimento em prol da cidade que amamos. Que Magé esteja acima dos interesses pessoais, a bem de restabelecer uma política que beneficie o crescimento da cidade como um todo, valorizando nossos representantes e contribuindo para que cada vez mais tenhamos políticos voltados ao a cidade. Apostando em mageenses que nos represente em todas as instâncias políticas, de modo que possam reivindicar melhorias para todos, que tenham compromisso com a cidade, preterindo os que só aparecem no ano eleitoral.

Unidos sempre seremos mais fortes. É preciso repensar a política. 


Antonio Alexandre – Magé/Online.com 

 

 

 

 

Além disso, verifique

Estudo Aponta: Magé fica fora das metas de redução de crimes no Rio

Só cinco dos 39 batalhões da PM  alcançaram metas. A intervenção federal na Segurança do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *