Ínicio / Últimas Notícias / Morre ex-vereador indiciado judicialmente

Morre ex-vereador indiciado judicialmente

Cidade decretou luto de três dias.

Está sendo velado na funerária de Itaipava, distrito de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, o corpo do ex-vereador Osvaldo Fernandes do Vale, o Vadinho (PSB), de 70 anos. Ele sofreu um infarto. A Câmara Municipal decretou luto de três dias.

PUBLICIDADE

 

Vadinho foi sepultado no Cemitério de Itaipava. Vadinho teria sofrido um infanto, em casa, na madrugada desta quarta, segundo informações da Prefeitura.

O município informou que uma ambulância foi acionada por volta das 3h35 e que o paciente recebeu os primeiros socorros e foi encaminhado para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do distrito de Pedro do Rio.

Ainda de acordo com a Prefeitura, o paciente já chegou à unidade em parada cardíaca e a equipe médica tentou todas as manobras de ressuscitação, mas ele não resistiu.

Vadinho foi vereador pela última vez de 2012 a 2016 quando teve 2.056 votos. Foi eleito pela primeira vez no ano de 2000 com 1.172 votos e em 2004 com 2.891 votos. Já em 2008, foi eleito com 3.382, sendo o 6° mais votado do município.

Nos anos de 2007 e 2008 exerceu a função de 1Ex-vereador era investigado

Vadinho foi preso no dia 7 de março do ano passado por ser suspeito de extorquir funcionários da Câmara durante o seu mandato e também de ter contratado funcionários “fantasmas”.

Em maio do ano passado, ele conseguiu o habeas corpus e estava respondendo por concussão (exigir dinheiro) e peculato (desvio de dinheiro público) em liberdade.

Segundo a Polícia Civil, a investigação sobre o ex-vereador começou antes das eleições municipais do ano passado, após dois assessores apresentarem uma denúncia no Ministério Público Estadual. Vadinho era suspeito de ficar com mais de 50% do salário dos ex-assessores, que variava de R$ 1.800 a R$ 4.674.° secretário no legislativo.

Nota de pesar e luto oficial de três dias

O presidente da Câmara Municipal de Petrópolis, Roni Medeiros, divulgou uma nota pela morte de Vadinho e decretou luto oficial de três dias.

A Câmara suspendeu a sessão ordinária que seria realizada nesta quarta, às 16h, horário em que será realizado o sepultamento no Cemitério de Itaipava.

O presidente do legislativo afirmou que “manifesta o profundo pesar pelo falecimento repentino do ex-vereador Osvaldo Fernandes do Vale (Vadinho)”, ressaltando que ele “deixa como legado uma trajetória nesta Casa, com quatro mandatos consecutivos e uma atuação de elevado espírito público, além de ser um grande amigo e cidadão”.

Fonte: G1

 

 

Além disso, verifique

Mulher morre baleada no Recreio dos Bandeirantes, no Rio

As informações iniciais são de que a vítima estaria em uma moto. Uma mulher morreu ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *