Ínicio / Destaque / Moju, Magé, Mojubá brilhou na Avenida

Moju, Magé, Mojubá brilhou na Avenida

Sete escolas desfilam neste sábado pela Série A no Sambódromo do Rio.

Depois dos seis primeiros desfiles na sexta-feira, mais sete escolas da Série A do carnaval do Rio entram na Sapucaí neste sábado (10).

Escolas se apresentam a partir das 22h. Enredos homenageiam Magé, a xilogravura, a arte de Bispo do Rosário e os gênios, entre outros temas.

Penúltima escola a entrar na avenida, a Inocentes de Belford Roxo vai apresentar o enredo Sinfonias e batuques”, de Wagner Gonçalves. A escola vai prestar uma homenagem aos 452 anos de Magé, a segundo cidade mais antiga do estado.

Confira a ordem dos desfiles:

  • Alegria da Zona Sul: 22h
  • Acadêmicos de Santa Cruz – 22:45 – 22:55
  • Unidos da Viradouro – 23:30 – 23:50
  • Acadêmicos da Rocinha – 00:15 – 00:45
  • Acadêmicos do Cubango – 01:00 – 01:45
  • Inocentes de Belford Roxo – 01:45 – 02:35
  • Unidos de Padre Miguel – 02:30 – 03:30

Magé Brilhou na Avenida


As 4:00 da madrugada de domingo, a Inocentes de Belford Roxo, terminou o desfile com louvor. Impecável, atravessou a avenida da Sapucaí com glamour das grandes escolas.

O enredo que recontou parte da história de Magé sob a ótica do pintor Heitor dos Prazeres, deixou uma enorme lacuna de informações valiosas sobre as riquezas da cidade, todavia não apagou o brilho da escola, que com a força do samba, destacado pelo belíssimo refrão, empolgou a todos.

 

 

A transmissão ao vivo do desfile pecou nos comentários desinformados dos apresentadores, que não passaram esclarecimentos das alegorias representadas pela escola, que na passagem da ala que homenageava Garrincha, estranhou as coroas dos anjos que emolduravam as cabeças dos sambistas, fazendo menção ao “Anjo de pernas tortas“, apelido do craque pela genialidade no futebol.


Carros, fantasias, destaques, foram uma atração a parte. Com uma comissão de frente bela pela simplicidade e grandiosa pela desenvoltura, chamou a atenção do público que aplaudiu a performance dos integrantes.

Um grupo de 13 bailarinos negros no abre-alas da Inocentes de Belford Roxo chamou atenção na Sapucaí na noite. Os rapazes fazem parte do grupo do Carlinhos Salgueiro e representam escravos, só que com um detalhe: todos eles usavam fio-dental.

A rainha de bateria da escola, Denise Dias, até que tentou, com uma linda fantasia, se destacou pela beleza, mas de samba demostrou que não sabe nada, desfilou na passarela do samba sem a atração dos movimentos das mulatas. A musa fitness desfilou pela segunda vez pela escola, em 2018 estreiou sambando à frente dos ritmistas.

Quanto a bateria, essa é nota mil, embalados pela empolgação, ritmistas deram um banho de beleza. Por conta da ótima atuação na avenida, a escola deverá estar entre as possíveis classificas para compor o grupo principal no próximo ano. No que depender dos mageenses, já estará la.  

Samba oficial: 


Antonio Alexandre, Magé|Online.com 

Além disso, verifique

Linha Vermelha mostra sinais de degradação. Vinte meses sem manutenção

Motoristas sofrem com o abandono ao longo de toda a pista. O que seria um ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *