Ínicio / Policial / Travesti é baleada na boca por um cliente após programa

Travesti é baleada na boca por um cliente após programa

Ela é uma das cinco travestis que foram presas na semana passada dentro de um motel.

Travesti 2

Uma travesti foi baleada por um cliente após um programa, na noite desta terça-feira (10), no Bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, a vítima, Eliandro Brasilino de Morais, de 31 anos, foi atingida na boca e no braço. O cliente fugiu e não foi encontrado até a manhã desta quarta-feira (11).

Travesti

Ela é uma das cinco travestis que foram presas na semana passada dentro de um motel no mesmo bairro. Elas são suspeitas de tentar roubar um cliente e desacatar policiais militares. A vítima, um homem de 41 anos, ainda teria sido agredido pelas travestis.

Na situação de terça-feira, um boletim de ocorrência por tentativa de homicídio foi registrado pelos policiais militares. De acordo com a PM, o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) recebeu a ligação sobre uma pessoa que teria sido atingida por disparos na Rua Bom Jesus, no Jardim Potiguar.

Os policiais encontraram a travesti caída no chão e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A travesti disse à PM que fazia um programa sexual com uma pessoa na região e foi deixada no local depois do encontro.

Ao ser deixada na rua pelo cliente, o suspeito fez disparos contra a vítima, que foi atingida na boca e no braço esquerdo. A travesti foi levada pelo Samu até o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).

O cliente estaria em um carro C4 Pallas Sedan, de cor vermelha. As placas do veículo não foram identificadas até o momento. A assessoria do PSMVG disse ao G1 que a travesti está internada no box de emergência da unidade de saúde depois de ser atingida por dois disparos.

RedetvFonte: Portal G1

Além disso, verifique

Três adolescentes dentro do veículo roubado em fuga, deixou casal e bebê feridos.

Adolescentes bateram no carro onde estava a família ao perderem o controle do veículo. Três ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *