Ínicio / Futebol / Fla empata com golaço e adia título antecipado do Corinthians

Fla empata com golaço e adia título antecipado do Corinthians

Corinthians sentiu bastante o gol e quase tomou a virada na sequência.

Rever

Com erro do árbitro, Corinthians e Flamengo empatam em jogo movimentado

Em um dos duelos mais esperados até aqui, tudo igual. Na Arena em Itaquera, o Corinthians até saiu na frente, mas sofreu com um erro bizarro do bandeirinha, tomou um golaço e acabou só empatando por 1 a 1 com o Flamengo.

Jô marcou o gol corintiano no primeiro tempo. Réver deixou tudo igual na etapa final com um golaço de voleio.

Flamengão 2

Entre os atos do jogo, porém, o primeiro foi o erro de arbitragem. Jô abriu o placar logo aos 12 minutos, mas o bandeirinha enxergou um impedimento inexistente no lance. Depois, os recursos tecnológicos mostraram que o centroavante corintiano estava em posição legal por incríveis 3 metros.

Com o resultado, o líder Corinthians chega aos 41 pontos e mantém 12 de vantagem para o Flamengo, que é visto como um dos grandes candidatos ao título, mas está apenas em quinto lugar até aqui.

A vantagem para o vice-líder Grêmio, porém, pode cair mais um pouco. Os gaúchos recebem o Santos ainda neste domingo e podem ir a 35 pontos, cortando a diferença para 6.

O Flamengo até começou bem o jogo, tentando pressionar. Aos 12 minutos, porém, o Corinthians mostrou que é mortal.

Rodriguinho recebeu na entrada da área, teve calma para esperar a passagem de Maycon e deixou o volante na boa pelo lado direito do campo. Ele cruzou para trás e achou Jô no meio da área para empurrar para o gol vazio.

Seria a abertura do placar se não fosse um erro bizarro do bandeira, que marcou impedimento no lance. Depois, a transmissão da TV Globo mostrou que Jô estava em posição legal por incríveis 3 metros.

Se parou no bandeira no primeiro lance, o Corinthians abriu o placar aos 21 minutos.

Balbuena pegou ainda no campo de defesa, carregou e fez o lançamento rasteiro. Jô ganhou na corrida e no corpo de Pará, invadiu a área e bateu rasteiro e cruzado para vencer o estreante goleiro Diego Alves e balançar a rede.

O roteiro de sempre se repetiu: com a vantagem, o Corinthians se fechou atrás para tentar matar no contra-ataque. Aos poucos, porém, o Flamengo foi achando espaços e pressionando os rivais bem mais para trás.

Aos 11 minutos do segundo tempo, Everton cobrou escanteio e Juan cabeceou bonito para o chão. Cássio, porém, se esticou e evitou o empate.

Aos 25, ele não conseguiu salvar. Pará cobrou escanteio pela direita, Juan ganhou por cima e ajeitou de cabeça em direção à pequena área. Réver apareceu sozinho para emendar um belíssimo voleio de primeira, forte. Cássio até encostou na bola, mas não conseguiu evitar o empate.

Corinthias

O Corinthians sentiu bastante o gol e quase tomou a virada na sequência.

Berrío puxou a jogada e deixou com Arão pela direita, que cruzou rasteiro. Diego apareceu sozinho no meio da área, mas, ao tentar tirar de Cássio, acabou tirando a bola também do gol.

Já aos 43, o travessão salvou. Berrío apareceu de novo pela direita e cruzou rasteiro. Pedro Henrique tentou afastar, mas mandou forte contra o próprio gol. Cássio até se esticou, mas não alcançou e acabou salvo pelo travessão.

Aos 45, foi a vez do Corinthians desperdiçar a chance da vitória. Jô recebeu dentro da área e conseguiu espaço para bater rasteiro e cruzado, quase igual ao que fez no lance do gol. Desta vez, porém, Diego Alves conseguiu se esticar para fazer a defesa.

Paolo

Se a vitória não veio, o empate pelo menos aumentou a invencibilidade do Corinthians para 32 jogos, se isolando como a segunda maior série sem perder da história do clube.

Agora, o time fica a cinco partidas da maior série invicta: 37 jogos em 1957.

O Corinthians também se isolou como time que ficou mais tempo sem perder em um começo de Brasileirão na era dos pontos corridos.

Flamengão 1

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 30 de julho de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público: 44.682 pagantes
Renda: R$ 2.823378,80
Cartões amarelos: Diego (Flamengo)

Gols:
CORINTHIANS: Jô, aos 22 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Réver, aos 26 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel (Camacho), Maycon, Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto), Rodriguinho e Clayson (Pedrinho); Jô. Técnico: Fábio Carille

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Réver, Juan e Trauco (Berrío); Márcio Araújo, Cuéllar (Willian Arão), Diego (Vinícius Júnior), Éverton Ribeiro e Éverton; Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Rede
Magé/Online.com Esportes 

Além disso, verifique

Fla 3

Aos 46 do 2º tempo de pênalti Fla vence Coxa no Urubuzão

Rubro-Negro volta a vencer após três jogos sem resultados positivos. Zé Ricardo respira aliviado. Com ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *