Ínicio / Destaque / STF ordena afastamento de Aécio Neves de seu mandato como senador

STF ordena afastamento de Aécio Neves de seu mandato como senador

Determinou que fossem revistadas propriedades vinculadas ao ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

00x

A Supremo Tribunal Federal (STF) ordenou a suspensão do mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG), envolvido em várias denúncias de corrupção e que foi alvo nesta quinta-feira de uma ampla operação da Polícia Federal (PF), informaram fontes oficiais.

A decisão foi emitida pelo ministro relator da Operação Lava-Jato Edson Fachin, que também ordenou buscas em várias propriedades do senador.

Porta-vozes do STF confirmaram que Fachin determinou a suspensão do mandato do senador, mas que rejeitou o pedido da Promotoria para sua detenção, já que considerou que tal decisão corresponde ao plenário da Corte, ao qual enviou a solicitação.

Aécio, presidente do PSDB e ex-governador de Minas Gerais, é investigado pelo STF em seis diferentes casos vinculados à Lava-Jato.

A PF fez operações hoje em suas propriedades em Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, dentro de uma nova operação ligada às investigações sobre os desvios na Petrobras.

O STF, que assumiu diferentes pedidos da Promotoria, também ordenou a suspensão do mandato do deputado Rodrigo Rocha Loures; a detenção da irmã e assessora de Aécio, Andrea Neves; e a detenção do procurador Ângelo Villela.

Além disso, determinou que fossem revistadas propriedades vinculadas ao ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, que está preso há vários meses por causa de seu envolvimento no caso de corrupção da Petrobras.

A Polícia também revistou os gabinetes de Aécio, Loures e do senador Zezé Perrela, importante aliado do ex-candidato à Presidência.

Todos os alvos da operação desta quinta-feira foram atingidos pelo escândalo que desde quarta-feira afeta o presidente Michel Temer pela suposta compra do silêncio de Cunha.

1-1-768x108Fonte: Terra

Além disso, verifique

Segurança 2

Repasse milionário do governo Federal libera R$ 700 milhões para reforçar a segurança no Rio

Repasse chega depois de registrados 90 policiais mortos no estado este ano. O governo federal ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *